Voto 1/143 (Subscrito por todos os Grupos Municipais e Deputados Municipais Independentes)

Agendado: 143ª reunião, 30 de Maio de 2017
Debatido e votado: 143ª reunião, 30 de Maio de 2017
Resultado da Votação: Aprovado por unanimidade
Passou a Deliberação: 170/AML/2017
Publicação em BM: BM nº 1219

Voto 1/143 – Condenação e pesar pelo atentado em Manchester
O terror atingiu mais uma vez uma sala de concertos, desta vez cheia de público adolescente e jovem, em Manchester, segunda cidade de Inglaterra, terra de forte tradição na música popular. As explosões provocaram 22 mortos e 59 feridos, entre os quais muitas crianças e jovens.
“É dever das sociedades abertas”, como a Assembleia da República aprovou por unanimidade no dia imediato ao bárbaro atentado, “prevenir e combater sem hesitações este tipo de atos, preservando o seu modo de vida e o primado da lei”. “Se a juventude é vida e liberdade, o terror é morte e cobardia”, disseram ainda todos os deputados portugueses, deixando um grande apelo: “Quando a morte sai à rua, a rua levanta-se em nome da liberdade!”
A Assembleia Municipal de Lisboa, reunida em Sessão Plenária, acompanha o voto aprovado no Parlamento Português e partilhado por todos os lisboetas e pessoas de boa vontade, expressando a sua mais veemente condenação e repúdio pelo atentado em Manchester, o seu mais sentido pesar às famílias e amigos das vítimas e a sua solidariedade às autoridades e ao povo britânico.

Lisboa, 26 de maio de 2017

As Deputadas e os Deputados Municipais