• África em Lisboa: 25 de maio

    No ano em que comemoramos os 50 anos do 25 de Abril é importante relembrar e dar visibilidade ao esforço de independência dos territórios africanos colonizados, bem como iniciar um debate historicamente factual sobre o passado colonial português. Ler mais

  • Vale de Santo António: A maior reserva de solo municipal tem de reforçar o número de casas para as necessidades de habitação.

    O plano de urbanização do Vale de Santo António – que é a maior reserva de solo municipal ainda disponível – tem de responder às carências crescentes de habitação na cidade. É preciso salvaguardar desde o início a dimensão habitacional pública na intervenção a realizar, bem como retirar as menções diretas a usos hoteleiros. Ler mais

  • alojamento local

    Defendemos a não revogação das limitações ao Alojamento Local

    Porque a falta de habitação é uma das maiores dificuldades das famílias em Lisboa defendemos hoje a
    não revogação das limitações ao Alojamento Local, não revogação das limitações aos vistos gold e ao regime de residentes não habituais.
    Ler Mais

  • Saiu o Colina #2

    O Jornal dos Cidadãos Por Lisboa

    É um espaço de opinião dos nossos associados, vizinhos, amigos sobre diversos temas da actualidade e não só.
    Sem regularidade, sai quando sai, mas temos sempre coisas para dizer.
    Siga neste link

  • Taxa turística mais justa para a cidade

    Para os Cidadãos por Lisboa, a Taxa Municipal Turística de Lisboa tem de compensar cada vez mais a cidade pelo desgaste provocado pela intensa procura de visitantes e diminuir o impacto provocado em sectores e serviços, com aumentos de preços que as famílias sentem diretamente nos seus bolsos.
    Ler mais

  • tapada das necessidades

    Tapada das Necessidades: um plano e salvaguarda

    Aprovámos hoje — 17 abril 2024 — o plano de salvaguarda da Tapada das Necessidades, garantindo que os processos relativos à implementação e gestão do processo fiquem sob alçada municipal. É um passo importante, que muitos pediam há muito tempo, mas é preciso continuá-lo no sentido certo.
    Ler mais